(Andrea Coelho no espetáculo “Os Sábios de Chelm”)

Sou uma apaixonada pelas histórias desde a infância. Deitada no colo paterno ouvia-o contar histórias que me faziam viajar por reinos distantes e a dialogar com personagens mágicos. Fazia-o contar e recontar, afastando-o de sua missão de fazer-me dormir.  Mas, logo aprendi a ler e pude realizar esta jornada por mim mesma, mergulhando em um oceano de novas e inúmeras possibilidades. Através das narrativas, a menina traçou seu processo de crescimento e aprendizado vivenciando maravilhosas aventuras, fazendo descobertas surpreendentes, visitando lugares encantadores e convivendo com figuras inesquecíveis.  Já adulta, assisti ao espetáculo “Véu de histórias” do Teatro Griô, encantando-me pelo Grupo. Matriculei-me no curso de narradores de histórias, na semana seguinte, e deixei-me tocar profundamente pelas narrativas de tradição oral que despertaram a narradora que dormia no interior do meu ser, despertando-a e fazendo-a crescer a cada processo criativo vivenciado com a Cia no decorrer destes sete anos. Narradora que me acolhe em todos os momentos da minha vida, inspirando-me ao autoconhecimento e a busca por novas experiências para o aprimoramento do meu ser, do meu ser artístico, profissional e coletivo. Que faz vibrar a arte em mim, fazendo reverberar no exercício profissional da Arteterapeuta. Gratidão ao Teatro Griô que ascendeu em mim o desejo de novamente mergulhar neste oceano repleto de novas e inúmeras possibilidades!